terça-feira, 19 de abril de 2011

Eu me arrependo...


Glenda Barros

Arrepende-te, pois, dessa tua iniqüidade, e ora a Deus, para que porventura te seja perdoado o pensamento do teu coração; Atos 8:22

            A palavra arrependimento vem do grego METANÓIA, que quer dizer META = mudança e NÓIA = mente. Em sua origem a palavra arrependimento significa Mudança de Mentalidade, Mudança de Atitude.
            Quando propus em meu íntimo dissertar sobre esse assunto, me prontifiquei na observação de mim mesma. Diferente do que achamos, arrependimento vai muito mais além do que dobrar os joelhos e pedir perdão.
 Ja virou algo mecanico, toda vez que oramos a Deus, primeiro agradecemos, depois pedimos perdão e depois pedimos as demais coisas; é até cômico se não fosse trágico. Mas o fato é que, não há verdade no arrependimento se ele não vier seguido de MUDANÇA DE ATITUDE.
Tem gente que ora a Deus, pede perdão e nem sequer se lembra do pecado que cometeu, nem remorso sente. Pedir perdão se torna uma questão religiosa, e muitas vezes farisaica, é puramente algo que devemos fazer todas as vezes que oramos a Deus. Na verdade, o pecado na vida de um cristão tem que ser um acidente, e não algo rotineiro.
 No entanto, se pecarmos, temos um advogado para nos defender (Cristo Jesus), e Ele precisa de um arrependimento verdadeiro para basear sua defesa. Obeserve no versiculo chave que o termo “Arrepende-te” vem antes de “ora a Deus”, o que eu quero dizer é que, se não houver arrependimento não ha remissão de seus pecados através da oração (pedido de perdão).
Se você peca, pede perdão e continua praticando você não se arrependeu, o que você sentiu não passou de remorso ou nem isso. O arrependimento verdadeiro vem acompanhado de sofrimento, nojo do pecado e, principalmente, uma decisão firme de nunca mais cometer o mesmo erro.
A palavra de Deus diz que perto está o SENHOR dos que têm o coração quebrantado, e Ele salva os CONTRITOS de espírito. Salmos 34:18 . A única coisa que nos distancia de Deus é o pecado, e se não nos arrependemos, se permitimos que o pecado se torne rotina nas nossas vidas, nós vamos nos afastando DELE, e a nossa vida fica vulnerável aos ataques do diabo.
Quando você não se acha digno de perdão, o sangue de Cristo Jesus te lava, te purifica e o perdão de Deus vem sobre a sua vida. Mas se você age como um deus, ou se justifica dizendo-se humano e no direito de errar, o pecado ganha força, e o diabo adquire novas estrategias para te derrubar.
Ofereça seu coração contrito a Deus e Ele liberará sobre você o perdão. Depois disso, mantenha-se firme na mudança, assim, você nunca se afastará da presença do Senhor, a imagem de Cristo será esculpida em você e muitos se converterão através do seu testemunho.
Chegai-vos a Deus, e ele se chegará a vós. Alimpai as mãos, pecadores; e, vós de duplo ânimo, purificai os corações. Tiago 4:8

Um comentário:

  1. Glenda, querida!

    Minha primeira visita a este blog, faz alguns dias que recebi seu convite por e-mail. Feliz, assim estou. Parabéns, querida. Que Deus continue te iluminando, fazendo de você esse belo instrumento, através de suas palavras. Parabéns também pra Kelly.
    Um beijo de sua leitora e fã,

    Cláudia

    ResponderExcluir